Folk Apalache e Bluegrass

Howdy-ho!

"Folk Apalache e Bluegrass" não é um título muito explicativo... Mas não se preocupe! Este vídeo do Pernalonga pode ajudar.

Se você já foi criança, esse vídeo não é novidade. Trata-se de uma quadrilha (em inglês Square Dance, sem parentesco com a Dança do Quadrado). E se você já foi criança, você já foi obrigado a dançar quadrilha na festa junina da sua escola. Pois bem. Esses dias resolvi pesquisar sobre. Acabei descobrindo coisas que pareciam absurdas, mas que depois fizeram todo sentido.

Comecemos do começo. O Folk Apalache é como se fosse a música caipira de raiz dos EUA. E tem origem ali nos Montes Apalaches (ah vá!), onde os EUA começaram a ser colonizados. A partir de lá os colonos partiram pro Oeste. E os caras deviam ser bem aquele estereótipo de redneck (caipiras branquelos que queimam o pescoço no sol) que tem no desenho do Pica-Pau. Exemplos desse pessoar tocando: Carter Family (parece nome daqueles clãs briguentos), Henry Whitter e Dr. Humphrey Bate & His Possum Hunters ("Doutor Humphrey Bate e seus Caçadores de Gambás").

Um belo dia um cara chamado Bill Monroe resolveu montar uma banda chamada Bill Monroe & The Bluegrass Boys. Ele pegou o básico do folk caipira e misturou com a pegada mais rapidinha e alguns instrumentos de jazz, como o contrabaixo. Por um tempo ele era só um cara que tocava caipirês de um jeito estranho, sô, mas quando outros passaram a imitá-lo, o Bluegrass virou um ritmo próprio. Earl Scrubs e os Stanley Brothers são alguns deles. Outro que também experimentou foi o Chet Atkins. Dessa bagunça também nasceu o Country, mas outra hora falamos dele.

Até aí, tudo bem. Essas músicas todo mundo já ouviu sem saber o que era. Mas daí eu fui ver onde que tudo começou. E tava lá: Influências: música africana, música européia, música celta. Peraí. Música celta??? Esses caipiras tocando música celta. Fui atrás e tudo fez sentido.

Primeiro, a quadrilha. Já viram algum filme medieval que tenha dança? Se não, vejam essa cena de A Knight's Tale. Ok, não é o melhor exemplo porque do nada toca David Bowie. Fora isso, é uma quadrilha, como as de festa junina! Segundo, os instrumentos. Tirando o banjo, que é tentativa dos escravos de recriarem um instrumento africano, temos o violão dos espanhóis (México ali do lado), bandolim da Itália, e o violino irlandês. Terceiro: se prestarem atenção, vão ver que algumas músicas celtas se parecem um pouco com as apalaches. Se não acreditam, façam o teste: comparem Southern Flavor, do Bill Monroe com esse ensaio irlandês. Ainda não? Ouçam as duas ao mesmo tempo. Tem que abaixar a irlandesa, o ritmo sai um pouco, mas o tom é o mesmo. Conseguiu? Por último, a História. Quem colonizou os EUA? Grã-Bretanha. De onde vem a música celta? Grã-Bretanha! Surreal, né?

Bônus: Bluegrass + chineses = Redgrass!

That’s all, folks!
See ya!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...